RSS

Carnaubais supera Fluminense e sagra-se campeão



Carnaubais campeão feminino. Foto: Site da CBFS
Assu (RN) - A XXI Taça Brasil Correios de Futsal - Adulto Feminino - Primeira Divisão terminou em grande estilo neste domingo (21/10). Fluminense (RJ) e Carnaubais (RN) fizeram um excelente duelo valendo o título da competição. O apoio da torcida e uma melhor condição física favoreceu o time sediante, que venceu por 4 a 3 e sagrou-se campeão. Sabendo da importância da decisão, as duas equipes iniciaram a partida se estudando, com muito respeito. O jogo iniciou sem hegemonia, com cariocas e potiguares se revezando no ataque. Mas, à medida em que a partida se desenrolava, as sediantes se impunham mais em quadra, arriscando mais vezes. Ao tricolor, restava o contra-ataque, apostando na velocidade da ala Dani. E foi justamente em uma jogada da camisa 13 tricolor que o gol do Fluminense saiu: ao arrancar pela esquerda, a ala tocou na saída da goleira e abriu o placar faltando 45 segundos para o término da primeira etapa. O Carnaubais ainda teve uma boa chance para empatar, com Linda Lene avançando cara a cara com a goleira Pri. Porém, a camisa 12 afastou o perigo com os pés. O gol quase no intervalo motivou a equipe carioca, que permaneceu no ataque no segundo período. E, com cinco minutos, fizeram o segundo: Rani recebeu bola na entrada da área e chutou. Laninha espalmou, e, no rebote, a ala não desperdiçou.
De tirar o fôlego
Entretanto, o time de Carnaubais não estava morto. E iniciou uma reação espetacular, que empolgou os presentes no Arnóbio Abreu. Gilmara, aos 8, diminuiu para a equipe potiguar. Dani, três minutos depois, teve boa oportunidade, mas foi desarmada. No contra-ataque, Gilmara e Rafa tabelaram, com esta empurrando para a meta e empatando. O gol pareceu abater a equipe do Fluminense. E, pouco depois, com 14, foi a vez de Sâmia virar o jogo, para delírio da torcida. Partindo para o tudo ou nada, o Tricolor passou a jogar com Rani como goleira linha. Porém, na primeira investida, Ester roubou a bola e chutou para a meta livre, para fazer o quarto. Nagel ainda conseguiu marcar para o Flu aproveitando o bate e rebate na área, mas a equipe não teve forças para o empate. E a festa foi das donas da casa. Para o treinador carioca, Marcus Vinicius Moure Moreira, o desgaste do plantel durante o torneio foi crucial. "O desequilíbrio, a parte emocional, o fato de ter tido um jogo a mais, tudo isso foi decisivo. E futsal se decide nos detalhes", pontuou.
 
Fonte: Blog Tatutom Sports

0 comentários:

Postar um comentário