RSS

Por falta de transporte, UFRN pede por W x O



A Federação Norte-rio-grandense de Futsal deve tomar muito cuidado ao emprestar o nome de um clube filiado a outro não filiado para disputar competições oficiais organizadas pela entidade. Isso porque qualquer infração que este clube venha a cometer durante a competição, a punição recai na figura do filiado.
Para se ter uma idéia, no Campeonato Norte-rio-grandense de Futsal ora em desenvolvimento, das oito agremiações que estão disputando e apenas duas são filiadas: União de Goianinha e Alto do Rodrigues. As outras seis estão sendo representadas.
Por exemplo, a SEA – Sociedade Esportiva Alecrinense – cedeu seu o nome à equipe da UFRN – Universidade Federal do Rio Grande do Norte – que com mais recursos que a própria SEA, começa a não honrar o nome desta. Nessa sexta-feira, 14, o quinteto da UFRN tinha um compromisso marcado na cidade de Alto do Rodrigues contra a seleção local. Porém, perdeu por w x o, visto que não compareceu ao local do jogo.
A Sociedade Esportiva Alecrinense desde que foi fundada tem honrado seus compromissos. No Estadual de 2012, já com a classificação para a fase seguinte ameaçada, a SEA viajou em condução particular – três automóveis – para jogar em Alto do Rodrigues. Em 2013, não foi diferente. Já desclassifica, se deslocou até Acari - também em carros particulares – apenas para cumprir tabela contra o Stylo de Currais Novos. Isso se chama ter responsabilidade.
Na manhã de sábado, 15, em contato com o presidente da Sociedade Esportiva Alecrinense, Alison Lene, o diretor técnico da Federação Norte-rio-grandense de Futsal, Carmésio Carlos Cabral, informou que a ausência da equipe da UFRN ao ginásio Ivanildo Bezerra, foi decorrente de problema de transporte. Contudo, não haveria punição. De forma, fica o alerta à federação (Na foto de Luciano Seixas, o time de Alto do Rodrigues já sem o material).
Fonte: Esporte Amador RN 

0 comentários:

Postar um comentário