RSS

Campeões da Taça Brasil de Futsal festejam título inédito para o RN

Udenis Oliveira, técnico do Alecrim, campeão da Taça Brasil de Futsal (Foto: Zerosa Filho/CBFS/Divulgação)

Primeira equipe do Rio Grande do Norte a vencer a Taça Brasil de Futsal, o Alecrim (RN) conseguiu em apenas dois anos de existência algo que os tradicionais ABC, América-RN e AABB Natal jamais alcançaram. A vitória por 4 a 2 sobre o Goiás, na final do torneio, gravou o nome do clube na história do esporte potiguar.

Udenis Oliveira, técnico do Alecrim, campeão da Taça
Brasil de Futsal (Foto: Zerosa Filho/CBFS/Divulgação)
 
O técnico Udenis Oliveira, que treina o time de Serra de São Bento (RN) desde a sua fundação, não esconde a felicidade pela conquista inédita. Ele destaca o grupo forte e vitorioso do Alecrim, e também o apoio de um velho conhecido do futsal potiguar. Em apenas dois anos de fundação, o nosso clube já tem cinco títulos. E ser campeão da Taça Brasil é uma experiência sensacional. Agradeço aos atletas e a todos que nos apoiaram e acreditaram em nós. Agradeço também ao Arthurzinho ('eterno' técnico do futsal do América-RN), que foi até Assú e nos ajudou muito nessa reta final - revelou ao GLOBOESPORTE.COM. Para o ala-fixo Felipe "Magão", o título da Taça Brasil teve um sabor especial. Com apenas 23 anos, ele conquistou também a artilharia da competição, com sete gols em cinco jogos, e recebeu a "Bola de Ouro" do torneio. Essa questão da artilharia aconteceu de forma bem natural. Marquei quatro gols nos dois últimos jogos e acabei ficando com o troféu. Mas o mais importante foi mesmo a conquista coletiva. Nos dedicamos muito, nos unimos, tivemos força de vontade e superamos todas as dificuldades. Foi uma conquista marcante, sem dúvida alguma - ressaltou.
Felipe, do Alecrim, comemora gol na Taça Brasil de Futsal, em Assú (Foto: Zerosa Filho/CBFS/Divulgação)

Felipe, do Alecrim, comemora gol na Taça Brasil de Futsal,
em Assú (Foto: Zerosa Filho/CBFS/Divulgação)
A 39ª Taça Brasil de Futsal Adulto Masculino 1ª Divisão foi realizada no Complexo Poliesportivo Deputado Arnóbio Abreu, em Assú, a 207 quilômetros de Natal. Na caminhada até a conquista do título, o Alecrim disputou seis jogos, sendo cinco vitórias e um empate. Além da conquista nacional, em 2012 o clube ainda faturou o bicampeonato estadual e ficou com o terceiro lugar na Liga Nordeste. O título da Taça Brasil garantiu a presença do Rio Grande do Norte na Divisão Especial em 2013.
Por Tiago Menezes Natal

0 comentários:

Postar um comentário